terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Prazer, eu sou trigêmea.

Em tantos anos com nevralgia/neuralgia do trigêmeo eu já passei por dezenas de médicos (e dentistas, etc.), e eu nem imagino quantas vezes fui ao hospital e ao pronto-socorro.

E, entre tantas pessoas me examinando, já ouvi muita besteira. Desculpem-me, não há palavra melhor. Besteiras mesmo. Centenas ou milhares delas. Acho que eu deveria fazer um caderninho com as coisas que ouço. pois às vezes é inacreditável.

Eis que dia 20/12 lá estava eu novamente em um hospital diferente e sem saber o que esperar.

 O ruim/engraçado:

Final da conversa com o enfermeiro que fez a triagem:
_ Eu nunca ouvi falar disso, como é mesmo, nevralgia...
_ Nevralgia do trigêmeo.
_ Que curioso... mas então você é trigêmea???

 O bom:

Em todos estes anos, foi o melhor médico que me atendeu em pronto-socorro. Entendia muito bem, falava com clareza, pediu exames, checou várias coisas e, segundo ele, como estou "calejada com toda essa coisa de nevralgia do trigêmeo", conversou sobre remédios, sobre seus efeitos, utilizou termos técnicos - o que pra mim foi ótimo (já estou ficando craque) -, explicou o motivo de cada remédio antes, me checou várias vezes no leito e disse que só me daria alta quando tivesse certeza de que eu estava bem.

O que, para muitos pode parecer chato e cansativo, para alguém que tem uma "doença crônica invisível" e passa diariamente pelo preconceito de pessoas (da área da saúde ou não) que dizem que é invenção, psicológico ou frescura, ter alguém que dê a devida seriedade é um alívio.

Ainda preciso trabalhar meu receio em procurar hospital e pronto-socorro, mas depois desse atendimento estou um pouco mais calma e esperançosa.

 Desastres da vida offline:

Eu tive gripe e crises de dor direto, eu só queria ficar saudável. Não perdi só tempo no blog, mas muitas, muitas coisas (importantes e/ou divertidas).

Também aconteceram coisas tristes com pessoas que eu amo, e dói muito ver quem você ama sofrer de qualquer maneira. Eu só queria deixar todos bem.

Naquela vez a bolsinha termo-fofo de vaquinha estourou. Ontem a de pinguim estourou. Eu ainda quero todos os bichinhos termo-fofos, mas agora fiquei com receio.

Foi bom que o médico pediu exames no hospital, pois um deles acusou algo sim (já estou bem, não era nada sério, só precisava de cuidados). Todavia, eu já tinha ganho alguns quilinhos (não me perguntem quantos, eu não me peso) pelos remédios pra controlar a crise de NT e ele receitou esteróides, então tenho me sentido horrivelmente inchada. Mas... o que importa é ficar bem e saudável!

Acordei dia 26 com dor (pois tomei chuva dia 25 - sou esperta pra caramba!) e ainda grogue pelos remédios na casa da tia. E é óbvio que Bono, o golden retriever gorducho do primo resolveu me dar bom dia pulando em mim (e eu fico roxa fácil, imaginem hematomas de patinhas).

Há um tempo atrás descobri que Melissa é praticamente a única marca de calçado que não machuca meus pés. *não é propaganda - Melissa pra sapatos e sapatilhas, Havaianas pra chinelos e Nike pra tênis* Porém, no Natal machucou, meu pé inchou, só queria ficar descalça (e, como sou moleca e criança, no fim da noite do dia 26 eu fiquei, brincando na garagem da tia-avó de amarelinha com as meninas).

Com o pé inchado, durante o dia, caí visitando os parentes paternos de meu marido. No chão de concreto com terra, folhas, musgos, whatever. Eu sempre caio, é incrível! Como meu tio diz, eu tropeço até em formigas!

Com os pés inchados e marcas ficando roxas, jeans sujo e corte na mão, minha sogra fechou a porta do carro em minha perna. Eu gosto de enfatizar que foi ela só pra brincar, já que tenho 99,9% de certeza de que o descuido foi meu, como sempre.

E eu não estou reclamando, queria terminar este post de uma maneira mais leve. Pois esta sou eu - criançona, desastrada... e feliz. Não feliz apesar da nevralgia e de tudo mais. Feliz com tudo, com minha vida do jeito que está.

Terminei o dia 26 sendo maquiada por duas meninas lindas e fofas da família, que usaram e abusaram de minhas maquiagens MAC, Clinique, Estée Lauder - pensem nas mais caras que eu possa ter... e foi uma delícia ficar parecendo uma palhaça, mesmo eu tendo coulrofobia!

Quando a dor chega, todos os dias da minha vida (sem exceção e provavelmente será assim pra sempre), é o próprio Inferno na Terra. E eu desejo morrer. Mas quando eu paro por um momento, só consigo sorrir ao pensar em minha vida. E ser grata. Imensamente grata.

E, se eu não postar amanhã, desejo que tenham a sorte de terem a mesma visão sobre a vida de vocês. E que 2015 seja absurdamente feliz!

:)



sábado, 20 de dezembro de 2014

TAG: Minha história em dez músicas

Encontrei esta tag no canal do Luba e, embora eu esteja fazendo o desafio das 250 músicas, quis fazer este também! Tentei ao máximo não repetir nenhuma música do desafio! :)

Como todos os vídeos são oficiais, as informações estão neles (também não coloquei propositalmente para vocês poderem conhecê-las - ou ouví-las novamente):


1. Uma música que te lembre um momento bom: Finais de semana com minha tia:


2. Uma música que defina sua vida:


3. Uma música que te faz dançar na balada: Ok, dançar e balada são duas coisas que eu nem lembro mais o que são. E nem consigo lembrar quais músicas dançava quando saía. Então eu escolhi uma música que adoraria que estivesse tocando agora quando eu tivesse com os amigos, tomando um vinho (ou uma tequila, quem sabe!), etc. - eu já fiz meus amigos ouvirem jazz bebop uma vez, e acho que já foi o suficiente:


4. Uma música que foi tema de algum relacionamento: Resolvi escolher uma que eu acho que representa o período antes de encontrar o Rafael, pois resume tudo o que eu vivi antes de encontrá-lo:


5. Uma música que sempre te faz chorar: o vídeo e a letra da música são auto-explicativos, e não quero chorar enquanto escrevo, então...:


6. Uma música que seria toque do seu celular: Esta já foi toque do meu celular em vários momentos diferentes. Épocas diferentes, aparelhos diferentes, mas continuo sentindo o mesmo por ela:


7. Uma música que você gostaria de tatuar: Sinceramente não sei se algum dia farei uma tatuagem, mas...:


8. Uma música que te deixa com vontade de ficar com alguém:


9. Uma música que você tá viciada agora:


10. Uma música que faz as pessoas lembrarem de você: Esta é óbvia. Acho que já disse aqui que, quando estou mal por causa da nevralgia do trigêmeo, algumas músicas me deixam mais feliz. Não tem como ficar de mau-humor ouvindo U Can't Touch This!:


:)

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

50 of my favourite things a.k.a. Wishlist dezembro/janeiro - Parte #02

Continuando meu momento cara-de-pau (e também pra quem quer me conhecer melhor), hoje criei uma lista de coisas que amo:

  1. Livros;
  2. Chás;
  3. Qualquer coisa de unicórnio;
  4. Qualquer coisa de anjinhos;
  5. Qualquer coisa de fadas;
  6. Qualquer coisa da Disney;
  7. Qualquer coisa do Adventure Time;
  8. Qualquer coisa do My Little Pony - Friendship is Magic;
  9. Qualquer coisa relacionada a ballet;
  10. Arco-íris;
  11. A cor branca;
  12. Journals, Moleskine, caderninhos de todos os tipos;
  13. Xícaras e canecas diferentes;
  14. Artigos de papelaria;
  15. Rosas brancas;
  16. Correntinhas e pingentes;
  17. Terços e rosários;
  18. Tons pastéis;
  19. Audrey Hepburn;
  20. Melissa;
  21. Corujas;
  22. Tigres;
  23. Anéis delicados (anelar nº11, indicador nº14);
  24. Degas;
  25. Piotr Ilitch Tchaikovsky;
  26. Star Trek;
  27. Star Wars;
  28. Pelúcias;
  29. Jogos fofos para o Wii e o DS (primeira geração);
  30. Trufas Adventure Time;
  31. Pérolas;
  32. Post-it, marcadores adesivos, etc.;
  33. Coisas de crochet;
  34. Coisas de tricô;
  35. Produtos artesanais;
  36. Maurício de Sousa;
  37. Ziraldo;
  38. Orquídeas;
  39. Littlest Pet Shop (os menores e mais tradicionais);
  40. Pelúcias;
  41. Musicais;
  42. Clark Gable;
  43. Gene Kelly;
  44. Cartas de tarot;
  45. Jogos clássicos de tabuleiro;
  46. Palavras cruzadas, sudoku, desafios de lógica e quebra-cabeças;
  47. Estrelas;
  48. São Francisco de Assis;
  49. Pantufas;
  50. Caixinhas de música.
*eu já mencionei livros?!*

:)

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

BookTrailer: Puro Êxtase para Sempre, de Josy Stoque! #‎SemanaPuroÊxtase‬ {Parceria}




Livro no Skoob - Josy Stoque



:)

Sorteio blog Relíquias (continuação)!

Como disse aqui, dia 24/11 ganhei o sorteio do blog Relíquias, com o livro A Verdadeira Bela, da autora Li Mendi e um marcador de páginas magnético do blog da Aline. O marcador, infelizmente, não veio junto.

Porém, a Aline foi um amor e entrou em contato comigo na hora, dizendo que iria enviá-lo. Ela foi super educada, solícita e gentil. Quando sua cartinha chegou, não me surpreendeu sua delicadeza e capricho!

*o marcador é uma graça!*

Marcador no livro A Verdadeira Bela, da autora Li Mendi:

*frente*

*verso*

Muito obrigada, Aline!

:)

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Sara Mello e Rodrigo Valente convidam vocês para lerem Puro Êxtase #SemanaPuroÊxtase {Parceria}


— Oi, pessoal! Quero convidá-los para ler a minha história...
— Hã-hã.
— Que foi, Rodrigo?
— Uma correção, Sara Mello. Nossa história!
— Aff! Você não sabe esperar mesmo! Puro Êxtase (Livro 1) é minha história!
— Com participação especial de Rodrigo Valente!
— Uma participação bem pequena, diga-se de passagem. Eu sou a estrela do show!
— Mas a história continua em Puro Êxtase a 2 (Livro 2) e eu conto minha parte também.
— Está bem, está bem! Como você é chato, Deus me livre!
— Mas você me ama!
— Cala a boca! Estou tentando fazer um convite para galera!
— ...
— Então, como estava dizendo, gostaria de convidá-los para conhecer a nossa história. A trilogia termina em dezembro, com Puro Êxtase para Sempre (Livro 3) e fala de superação, amor e relacionamento.
— Esperamos mesmo que vocês gostem, viu? O último livro só eu narro.
— Para de se achar, Rodrigo! Por que você pensa que eles lerão só por sua causa?
— Sara, meu amor, você também tem uma pequena participação...
— Ah!!! Esquece! Como eu ia dizendo, venham saber como me livrei do carma do meu ex e resolvi dar uma chance para o palhaço do Rodrigo.
— Palhaço?
— Sim, amor, você me faz rir!
— Olha, Sara, como sou muito educado, não vou te dar uma resposta à altura!
— Assim espero! Você está se achando, mas eles só te conhecem porque eu resolvi contar essa história e porque eu aceitei aquela proposta ridícula!
— Ridícula? Sara, Sara, o que vou fazer com você quando estivermos sozinhos?
— Hum... Eu tenho algumas ideias.
— Hahaha Você é incorrigível!
— Certas coisas não mudam.
— E outras nos tornam melhores.

 photo wedding5_zps194b8296.jpg

Mal posso esperar!!! 

Aproveitem as promoções da #SemanaPuroÊxtase :


 photo fire_zps02a66ce7.gif Puro Êxtase (Livro 1):
#eBook ► http://goo.gl/h8e8cw
#Livro ► http://goo.gl/NZcd28
 photo fire_zps02a66ce7.gif Puro Êxtase a 2 (Livro 2):
#eBook ► http://goo.gl/rlGuCR
#Livro ► http://goo.gl/h3pyQT
 photo fire_zps02a66ce7.gif Puro Êxtase para Sempre (Livro 3):
Lançamento 15 de Dezembro de 2014 (Pré-Venda a partir do dia 10)

:)