quinta-feira, 7 de agosto de 2014

{Desafio 300 filmes} #01 - Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças

Dia 31/07 eu assisti ao primeiro filme do meu desafio 300 filmes aprovados pela @garotanohall. o Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (Eternal Sunshine of the Spotless Mind, dir. Michel Gondry, 2004), presente na primeira lista

 photo tumblr_n9lzp0U89z1r2ho27o1_r1_500_zps8157616a.jpg

Eu nunca tinha assistido, embora praticamente todos os meus amigos tivessem me indicado, acho que desde que ele estreou. 

Então, finalmente, eu criei coragem e entrei no Netflix (não, não é propaganda - aliás: Netflix, me patrocina, eu te amo!).

Meus medos em relação ao filme eram: eu raramente gosto de filmes com o Jim Carrey (embora adore ele em The Majestic, The Truman Show, e até mesmo em The Number 23); eu conheci pessoas que queriam o cabelo colorido por causa da personagem Clementine virou meio que uma modinha quase que irritante; e todas as pessoas indie, hipster, revolucionária-revoltada-com-o-mundo-capitalista-em-que-vivemos-mas-que-comem-McDonald's-e-usam-Abercrombie parecem amá-lo! 

Não que eu não goste de pessoas indie ou hipster, mas algumas que mais me incomodaram na vida e/ou que eu não me dava bem por acaso eram indie, hipster e/ou revolucionária-revoltada-com-o-mundo-capitalista-em-que-vivemos-mas-que-comem-McDonald's-e-usam-Abercrombie.

 photo tumblr_n5zqsk85231st7lodo1_500_zps388e91f7.png


É claro que eu me apaixonei pelo filme. Como não amar?! Ele me tocou de mil e uma formas diferentes.

Passando pelo óbvio de "todo mundo já pensou em apagar alguém ou alguma época de sua memória" (também era um de meus medos, ficar nisso), é uma história de relacionamento e amor extremamente interessante e real. Impossível não se identificar com várias partes. 

Um filme sobre amor sem ser água-com-açúcar, dramalhão ou cair no lugar-comum.

São personagens reais e críveis, apesar de todo o contexto fantástico, com uma relação que foge da perfeição excessivamente romântica.

As atuações do Jim Carrey e da Kate Winslet são fantásticas, a fotografia é excelente, a direção impecável e, vamos combinar - como a Kate está maravilhosa! Linda, linda, linda!

***momento spoiler*** A parte mais bonita, em minha opinião, é durante o processo, quando o Joel percebe que não quer apagar a Clementine apesar de tudo. A história de amor do durante é linda. ***fim do momento spoiler***

Avaliação:  photo goldwing.gif photo goldwing.gif photo goldwing.gif photo goldwing.gif photo whitewing.gif

 photo tumblr_n9233o1JN81tr7ngdo1_1280_zps391e98c8.jpg

:)

Fonte das imagens: Tumblr (de vários e, como encontrava as mesmas em diversos, não quero arriscar dar créditos para as pessoas erradas) e Focus Features.

3 comentários:

Luma Kimura disse...

Este é um dos meus favoritos ever! ♥

Anônimo disse...

Amei o post! Sempre quis assistir esse filme, agora entrou pra lista com certeza!

Beijos



Hanna

Garota no hall disse...

O roteiro do Charlie Kaufman é fantástico, e o Michel Gondry conseguiu adapta-lo de maneira perfeita. Que bom que gostou :-)