quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Quebrando preconceitos: Vou ler 50 Tons

Pois é.

Quando começou essa febre de 50 Tons de Cinza, eu não entendi. Primeiro pelo fato de que você consegue encontrar literatura erótica de monte (e gratuita!) na internet, sobre todos os assuntos possíveis, inclusive milhares de fanfics (todo mundo sabe que 50 Tons é fanfic de Crepúsculo, né?!), e fanfics muito bem escritas (eróticas ou não - e algumas realmente ótimas, escritas por amigas minhas, em inglês e português!). Sem contar os livros de banca de jornal safadinhos.

Não entendi a modinha que virou ficar exibindo o seu exemplar, das meninas ficarem loucas pelo mr.Grey, etc. Mas tudo bem. Como estou nessa busca pessoal de tentar ler coisas diferentes, de diminuir ao máximo meu preconceito literário, e queria reviver o Quebrando Preconceitos, baixei os ebooks há alguns meses (pois eu ainda me recusava a gastar dinheiro com 50 Tons).

Eu li super rápido durante uma madrugada - observação: medicada - o primeiro livro até a primeira cena de sexo (que também é a primeira vez da protagonista). E eu ria tanto e mandava trechos pra mestra, que foi divertido (ok, a diversão pode ter sido efeito dos remédios).

Mas depois que ela desconectou e eu continuei lendo sozinha, deu preguiça. Eu achei muito mal escrito, muito chato, e desisti de ler.

Porém, recentemente, eu vi uma promoção na internet do box em inglês - e paperback -, daquelas do tipo "você é louca se perder". E uma musiquinha tipo "Você tem preconceito literário! Você julga sem ler o livro inteiro! Você nem sabe se é bom!" ficou martelando em minha cabeça até eu decidir comprar o bendito box!

 photo 50tons2_zps5eca07cc.jpg

 photo 50tons_zps4a372117.jpg
*já que é pra ler, vamos ler o original, né?*

Chegou há um mês, aproximadamente, e essa foto é de ontem - ainda está fechado.

Pois bem, eu irei ler a trilogia, tentando encarar sem preconceito, tentando esquecer todas as críticas ruins que li e vi (os quatro vídeos que eu mais gosto estarão no final do post), e farei meu julgamento pessoal e sincero aqui.

Depois disso eu irei emprestar para a mestra, e doar ou tentar trocar por outra coisa (mas ok, vai que um milagre aconteça e eu goste e queira guardar, né?). Então irei deixar o plástico no box ainda, pra tentar mantê-lo o mais intacto possível.

É isso, sou a favor do "leia antes de julgar", então irei respirar fundo e mergulhar de cabeça na trilogia. Quem sabe eu me surpreenda?









:)

Atualização: e ontem eu consegui tomar uma cerveja!

 photo bud_zps0bafa988.jpg

Um comentário:

Anônimo disse...

Louca pra saber suas considerações finais!
Adoro essa sua ideia de não ter preconceito literário.
Beijos!!