segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Comportamentos intrigantes - Parte 01

Eu sempre quis saber se algumas pessoas são inconscientemente hipócritas ou realmente sabem de suas próprias contradições. Uma coisa é você mudar de opinião, algo que acontece com todos e não há nada de errado nisso. E eu abraço as mudanças.

Todavia a cada dia observo mais pessoas que criticam algo, mas fazem exatamente o mesmo. E, com a popularização das redes sociais, percebemos mais claramente o fato entre pessoas que conhecemos.  

Um exemplo singelo:
Raramente vejo algum jogo de futebol – eles me deixam nervosa -, e no máximo vez ou outra sei a colocação do “meu time” (o favorito de minha família inteira, e coincidentemente o que meu namorado torce, então foi mais uma consequência daquela que já tentou entender o jogo – desconcentrando o namorado paciente para explicar mil vezes a mesma regra bem no meio de uma partida importante – do que uma escolha consciente).

Porém, este time é alvo de piadas frequentes – e aqui de novo as redes sociais têm grande destaque - e nunca me importei, embora me incomodem sim comentários preconceituosos, racistas, que ofendem pessoas e não o “time” em si ou apelam para a violência (e isso vale também para religião, política e qualquer outro tópico de discussão).

Voltando à hipocrisia: vi várias postagens em diversas redes acerca de um resultado de jogo e rebaixamento de um time (que não é o meu e confesso que mal entendo o que “rebaixamento” signifique neste caso). Comentários do tipo: Eu não torço para o time x mas, diferente de algumas pessoas, não irei fazer piadas ou apelar, pois sei ser torcedor(a) sem partir para a violência ou humilhar, etc..

Até aí tudo bem, e a pessoa “falou bonito”, não?

Entretanto, a mesma pessoa, exatamente no mesmo dia, estava xingando, ofendendo e fazendo piadas de extremo mau gosto sobre outro time adversário.

É este tipo de hipocrisia que tenho uma dificuldade enorme de entender. Falar mal do time e dos torcedores do time y pode, mas do time x não?

Sinceramente, pouco me importa o futebol. Como eu disse, é o raciocínio que me intriga.
Em relação ao tópico em questão é o tipo de hipocrisia que menos me abala.  

E voltarei a falar mais sobre esse tipo de comportamento por aqui. Quem sabe alguma alma – se é que alguém ainda acompanha o blog – me ajuda a compreender a lógica por trás de alguns comportamentos humanos.

:) 

Nenhum comentário: