quarta-feira, 25 de julho de 2012

Vamos falar de Disney?








Eu fui para a Flórida duas vezes – em julho de 1999, e dez anos depois, em novembro de 2009. Ultimamente tenho planejado a possibilidade de uma terceira visita (e uma quarta, quinta, quantas puder!!!).

Desde a primeira viagem, na famosa depressão pós-Disney dos meses seguintes, pensei em escrever online sobre as minhas impressões (sim, sou daquelas blogueiras que começaram – mas sempre me dá a louca de mudar o endereço e meu nickname!).

Então, como desde 2000 crio (e deleto!) blogs sem parar, essa idéia sempre permaneceu na minha cabeça. Já fiz algumas tentativas, porém nunca ficava satisfeita.

Mas, por que falar de Disney?

Eu sou uma Disney-nerd, Disney-geek, Disney-freak, ou como preferirem. Isso por si só já seria uma boa justificativa. Entretanto, por algum motivo desconhecido, eu nunca concordei com as opiniões de 99,9% dos posts que já li sobre a Flórida.

Não me levem a mal, eu respeito todo mundo – e muitos escrevem super bem, tiram ótimas fotos, etc. -, só não entendo as opiniões.

Por exemplo, eu odeio samba, axé e companhia. E odeio Carnaval. E não me levem pra nenhuma micareta! Mas há coisas em que eu não posso discutir sobre a festa do Carnaval, por exemplo: o trabalho duro, a organização, o esforço pra fazerem o “show”, a composição de músicas, o que representa pro povo, a perfeição dos carros, etc.

Então eu leio algumas coisas sobre a Flórida e fico me perguntando se eu não estou indo em algum lugar diferente dessas pessoas quando viajo.

Durante esses mais de dez anos sempre quis mudar alguns preconceitos das pessoas em relação a esse tipo de viagem.

Finalizando, eu não quero CONVERTER ninguém – como os que falam que a Disney é capitalista, machista, que o Sea World maltrata animais, etc. - Eu quero apenas mostrar para vocês (e dar muitas e muitas dicas!) o ponto de vista de alguém que realmente ama a cidade de Orlando – e outras vizinhas -, que enxerga os parques como muito além do que apenas parques de diversões ou “diversão para crianças”. Minha ambição – talvez grande demais – aqui é quebrar um pouco o clichê que as pessoas têm (incluindo fãs), além de, é claro, dividir um pouco o meu amor pelo lugar!

Aguardem os próximos posts - e enviem perguntas, se quiserem!

:)

Fonte da imagem: Tumblr (em tantos diferentes que não sei qual a real fonte - se souberem, me avisem!).

Um comentário:

Hanna disse...

Eu quero muito ver as dicas!
E como você disse, quero ler o ponto de vista de alguém que curte MESMO!
Não vejo a hora de ver os próximo posts!