quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

O fim do blog?

“O ódio espuma. A preguiça se derrama. A gula engorda. A avareza acumula. A luxúria se oferece. O orgulho brilha. Só a inveja se esconde”. ~Zuenir Ventura

Conversa um pouco séria (será?!) hoje.





Além de todos os meus problemas pessoais e de saúde que vocês estão CANSADOS (com certeza!) de saber, eu pensei definitivamente em desativar o blog por OUTRO motivo.

Meu recado postado no Facebook:



PARA OS AMIGOS BLOGUEIROS:

Eu, sinceramente, não sei se fecho o blog, se crio outro, se mudo de nome... estou muito chateada com algumas coisas.

Eu sempre achei que a maioria das reclamações de cópia (não o plágio propriamente dito) de temas e assuntos por alguns blogueiros era exagero.

Principalmente quando são temas e notícias atuais, ou blogs com a mesma temática. É claro que você não é o único blogueiro do universo a discutir uma notícia ou assunto.

Porém, quando há "coincidências" demais, até eu tenho que desconfiar. Principalmente quando são assuntos pessoais.

Acho que blogs que não são altamente populares sofrem mais com isso. Quando um blog possui vários "seguidores", sempre vejo que eles se unem contra plágios e cópias.

Eu gosto quando descubro pessoas que gostam dos mesmos assuntos e temas que eu, principalmente porque tem sido cada vez mais difícil encontrar pessoas assim no meu universo não-virtual.

Mas e quando eu SEI que uma pessoa não gosta de, por exemplo, maçã. Na verdade ODEIA maçã. E, após eu escrever sobre maçã no blog, ela publicar em todas as redes sociais possíveis que ela também ama maçã?! E quando isso se repete dezenas de vezes?! Seria somente uma neurose minha ou uma paranoia com fundamento?!

E algumas pessoas e situações não são tão fáceis de ignorar. Há muito mais por trás disso.

Desculpem o desabafo. Eu realmente estava disposta a deletar tudo, mas agora não tenho mais certeza de que essa seja a melhor decisão.

Eu amo escrever, eu amo conhecer pessoas que gostam de ler tanto quanto eu (e de Star Wars, Harry Potter, Star Trek, etc.), e sei que sentiria muita falta de tudo isso.





Compartilho o mesmo sentimento da Kate Beckett.

"Ignore the haters and don't let the copycatters get you down, fam! Remember, imitation is the highest form of flattery!" ~Tyra Banks

Mas eu cheguei à conclusão de que o melhor é ignorar algumas coisas e pessoas. Parece óbvio, não?! Infelizmente na prática é um pouco mais difícil.

Entretanto, eu faço o blog porque gosto. Simples assim. Já disse que não recebo nada material por isso, assim como não tenho nenhuma ambição de ganhar fama ou algo parecido. Se algum dia eu ganhar parcerias, ótimo. Mas não é o que me motiva.

Exatamente por isso que seria uma pena - pra mim, é claro - eu jogar fora tudo o que já escrevi, os contatos que tive, o tempo e esforço constante para sempre melhorar.

Não iria me perdoar se deixasse uma única pessoa me abalar tanto assim.

*alerta de clichê*
No fim, uma pessoa que copia todos os gostos, atitudes, etc., dos outros, é quem sai perdendo.

Obrigada a todos que me acompanham e, embora o ano tenha começado faz tempo para mim, essa minha decisão coincidiu com o ano novo da maioria da população. :P

Então, ano novo e blog com novas atitudes!

:)

Um comentário:

Roseli de Araujo Gomes disse...

Boa Tarde!!

Não desista: sou uma das pioneiras do assunto que trato em meu BLOG e outras pessoas que citam o tema não comenta que tem o meu como referência e isso acontece em tantos BLOGs que já perdi a conta...

Outra coisa: quando posto, um blog que sigo, posta logo em seguida, para ficar as postagens colocadas juntas em quen nos adicionou - pode ser também paranóia de minha parte, mas aprendi que na vida não existe coincidência e inveja é uma das chagas da humanidade...

Se eu fosse desistir, não estaria por aqui compartilhando do seu e do meu desabafo...

Não desista!!!!

Bjins

FLYRoBrasileira
www.flyrobrasileira.blogspot.com