terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Marley & Eu, de John Grogan



Lido no primeiro bimestre de 2011.


Marley e Eu, de John Grogan, é uma delícia de ler!

Sempre fui louca por cachorros, e sempre tive ao menos um em minha casa - normalmente dois de cada vez. Então eu já comecei a ler preparada para me emocionar MUITO - o que aconteceu durante toda a leitura.

Classificação:


Há um pouco mais de um ano, perdi uma cachorrinha querida que foi muito especial pra mim. Foi o primeiro animal de minha vida que precisou ser sacrificado, e sofri demais.

Embora eu quisesse estar ao lado dela, confesso que foi um pouco reconfortante estar viajando quando aconteceu. Embora eu quisesse dizer 'adeus', sei que seria muito mais difícil e sofrido.

“A dog has no use for fancy cars, big homes, or designer clothes. A water log stick will do just fine. A dog doesn’t care if your rich or poor, clever or dull, smart or dumb. Give him your heart and he’ll give you his. How many people can you say that about? How many people can make you feel rare and pure and special? How many people can make you feel extraordinary?” ~John Grogan, Marley and Me

O fato de John Grogan ser jornalista e, especialmente colunista, faz com que o livro seja leve e divertido, mesmo com todo o drama. O autor traz uma honestidade em relação ao cotidiano que me fez lembrar do olhar de alguns cronistas.

Ao mesmo tempo em que não enfeita demais a história, não deixa de dar um toque mais lúdico aos acontecimentos.

Adoro a visão dele de relacionar as ocasiões marcantes de sua vida com a companhia de Marley. E, se pararmos pra pensar - aos que têm animais de estimação -, fazemos isso facilmente, até mesmo automaticamente.

É um livro emocionante sim mas, ao mesmo tempo, leve e divertido, e uma ótima opção para ler durante as férias. E não só para quem gosta de animais!

:)

Um comentário:

Hanna disse...

Acho que choro do início ao fim. Mas como você disse ser leve e divertido, acho que vou tentar ler!