quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Dia Mundial sem Carro + Trânsito mais gentil

Aviso importante: Este NÃO É UM PUBLIPOST. Estou fazendo o post por prazer, pra mostrar coisas bonitas! Não estou ganhando descontos, brindes, muito menos dinheiro (quem me dera!) pra falar sobre isso. E a loja/marca não me pediu para falar do assunto! Se um dia eu fizer propaganda, avisarei vocês, combinado?! Pronto, acho que já esclarecemos isso, então vamos lá! :P 
 
Hoje (22/09) é o Dia Mundial sem Carro. O movimento teve início na Europa, e aos poucos se espalha pelo mundo todo. Um dos principais objetivos dessa campanha é a reflexão.

O site Mountain Bike BH chama a atenção para os problemas causados pelo uso do carro:

"Os malefícios causados pelo uso de automóveis são inúmeros e evidentes: poluição atmosférica e sonora, doenças respiratórias, sedentarismo, irritabilidade, perda de tempo em congestionamentos, acidentes, comprometimento de grande parte da renda das pessoas.

Além disso, as viagens de carro degradam a relação dos indivíduos com o espaço público, transformando a rua em um indesejável obstáculo a ser superado no deslocamento de um ponto a outro. Elas também significam um uso desproporcional das ruas, já que a imensa maioria dos carros leva apenas uma pessoa - o que é ainda mais grave em áreas densamente povoadas."




O Greenpeace está nas ruas de São Paulo hoje, com atividades de conscientização e pedindo atenção dos órgãos públicos para os problemas causados pelo excesso de automóveis na cidade, assim como melhorias no transporte público.

Também de sua iniciativa, a Vaga Viva é uma manifestação que ocorre em lugares como Belo Horizonte, ocupando vagas de estacionamentos a fim de incentivar a mesma reflexão.



Infelizmente o transporte público no Brasil é tão precário que acaba impedindo com que pessoas que possuem a vontade de participar de atividades assim realmente possam. Entretanto, o objetivo é justamente chamar a atenção para esses problemas.



Uma alternativa para diminuir o número de carros, se não for possível andar, usar a bicicleta ou fazer uso de um meio de transporte coletivo, é simplesmente oferecer carona para amigos, vizinhos e colegas de trabalho. Um carro a menos por dia já faz diferença!

Abrir mão do carro significa alterar o estilo de vida das pessoas, por isso, é um processo que não acontece da noite para o dia. São décadas de incentivo econômico, político e cultural a esse tipo de transporte. Mas o Greenpeace ressalta também o estímulo à mudança, incentivando o transporte coletivo, a carona solidária e meios alternativos de transporte.




Ainda falando dos meios de transporte, hoje também descobri a campanha Trânsito + Gentil, da Porto Seguro, que parte da premissa "Seja gentil no trânsito, que o trânsito retribui".

Ganhei o kit da seguradora, com adesivos para o carro e informações sobre a campanha.


"E se você ouvisse uma música, em vez de buzinar? Ou apontasse o erro, em vez de xingar? Gentileza gera gentileza e se multiplica. Experimente.

O melhor jeito de se acostumar com ela é se pondo no lugar do outro. Se alguém tomar aquela vaga de estacionamento que você estava esperando, releve; caso um motorista não deixe você ultrapassar, tolere; se outro vier disposto a brigar, não dê brechas para continuar a discussão.

Quando você muda, a cidade muda, e isso começa dentro de cada um.

As pessoas são como espelhos quando se trata de atitude, um gesto bom que você faça, volta com a mesma bondade.

Ou seja, ganha você e quem está ao seu lado no farol. Entre para o movimento Trânsito + gentil, seu dia-a-dia agradece."


Além de divulgar e apoiar idéias de conscientização, a seguradora oferece 5% de desconto no seguro do carro de quem não tiver nenhum ponto na carteira de habilitação em um ano!

Outra belíssima iniciativa!

Saiba mais:
Dia Mundial sem Carro
Mountain Bike BH - Dia Mundial sem Carro
Deixe seu carro em casa - Greenpeace
Trânsito mais Gentil
Atitudes Positivas


P.S.: imagens encontradas no Google Imagens. Se alguém souber as verdadeiras fontes, por favor, me avise!

Favorito: Sopa!

Aviso importante: Este NÃO É UM PUBLIPOST. Estou fazendo o post por prazer, pra mostrar coisas bonitas! Não estou ganhando descontos, brindes, muito menos dinheiro (quem me dera!) pra falar sobre isso. E a loja/marca não me pediu para falar do assunto! Se um dia eu fizer propaganda, avisarei vocês, combinado?! Pronto, acho que já esclarecemos isso, então vamos lá! :P 
 
A minha favorita é:
Creme de Queijo MAGGI®

Cremes de queijo são meus favoritos. Aliás, praticamente qualquer coisa de queijo! ;) Será o sangue mineiro da família da minha avó materna correndo em minhas veias falando?!

:)

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

This blog is carbon neutral! :)

carbon neutral shopping coupons with kaufDA.de
Descobri esta ótima iniciativa no blog da minha querida amiga Hanna, e é claro que eu precisava participar!

Para cada site com o link, uma árvore será plantada! :)

Mais informações sobre como participar aqui.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Lição de hoje

Passei mais de duas horas do meu dia terrivelmente ansiosa. Coração disparado (no sentido ruim), dor de cabeça, boca seca. Tudo porque eu estava morrendo de medo de que uma pessoa interpretasse mal uma notícia - ótima notícia, por sinal - e ficasse magoada. Sou muito ansiosa, e morro de medo de deixar meus amigos tristes.

Tenho até medo de deixá-los chateados com boas notícias minhas. Às vezes as pessoas se sentem excluídas, ou acham que você "joga na cara" quando elas estão mal, ou qualquer outra coisa assim. E uma das coisas que eu mais odeio na vida é magoar meus amigos.

Normalmente amigos ficam felizes com a felicidade de seus amigos. Mas, por experiência própria - muitas delas, aliás -, penso nas mais diversas possibilidades.

Anyway, no meio dessa ansiedade toda, eis que encontro a pessoa em questão. Ainda não sabe de minhas boas novas. E ela não liga para os meus sentimentos ou preocupações. Ao contrário, me magoa com falsidades, sem motivo.

Pois é, Delores Vickery (oi!) aprendeu uma lição hoje.

Denúncia!

Tenho uma Disney-denúncia muito séria para fazer, envolvendo dois personagens muito queridos: mexeram nas roupas do Tico e Teco (Chip n' Dale)!


O crime: inverteram as roupas dos personagens, em pelúcias duvidosas.
O autor: a queridíssima Long Jump, que normalmente faz pelúcias fofinhas e de qualidade.

As vítimas:



Esses são Tico e Teco (Chip 'n Dale), dois esquilos criados por The Walt Disney Company (façam reverência, e logo após abaixem as cabeças e digam "Walt Disney, descanse em paz". Falo sério.).

O Tico (Chip) é o mais inteligente. Os pêlos que representam seu cabelo estão quase sempre alinhados. Possui também os dentinhos da frente saltados. E seu nariz é marrom escuro.


Dica: Para lembrar quem é quem, é só lembrar que seu nariz parece um chocolate, uma gota de chocolate... "chocolate chip", ok? C-H-I-P. Entendeu, Long Jump?

O Teco (Dale) é o mais atrapalhado, really goofy. Seus cabelos estão sempre bagunçados, e ele possui dentes saltados, mas não os da frente. São mais para o lado. E, é claro, possui seu lindo nariz vermelho e brilhante.

Fato: Eu tenho conhecimento de causa para diferenciá-los, pois tive uma certa intimidade com o Teco. Beijei seu nariz vermelho e brilhante no Epcot, em 2009. E tenho fotos para provar!

Em 1989, Tico e Teco ganharam uma série de curtas animados, a Chip 'n Dale Rescue Rangers. E, com isso, ganharam roupas. Tico veste um chapéu e uma jaqueta, em uma Indiana Jones vibe, enquanto Teco é mais despojado, usando apenas uma camisa havaiana e cabelos bagunçados. Estas são suas roupas, que refletem em si características das personalidades dos esquilos. Sem discussão.


As provas:

As pelúcias da Long Jump falam por si:


Tico vestido de Teco:


Teco com o chapéu - embora malfeito - de Tico:

Encerramento:

As provas são visíveis. Não tem como discutir com evidências tão claras. Não somente fica óbvio seu crime, como a acusada poderia facilmente ter comprovado os fatos e conhecido os esquilos antes de cometer ato tão obsceno. E, como representante do Ministério Público-Disney, usarei uma excelente frase que ouvi ontem em uma aula. O professor, delegado federal, explicava aos alunos, atuais ou futuros investigadores da polícia, que às vezes a investigação e pesquisa dos fatos é muito mais simples e rápida do que imaginamos. E como, às vezes, você pode fazer sem sair do lugar, em poucos minutos, ou até em segundos. E a frase mais-óbvia-impossível foi: "Gente, usem o Google!".

Preciso dizer mais?
The people rest, Your Honor.

:)


P.S.: Todas as imagens foram encontradas no Google Imagens. Se alguém souber a fonte real, me avise!